Jornal o São Paulo

NACIONAL

Pelo Brasil

Cardeal Hummes apresenta casos de violação de direitos humanos na Amazônia

Por Fernando Geronazzo
30 de março de 2017

Nesta semana, entre os dias 21 e 24, o Cardeal Cláudio Hummes, arcebispo emérito de São Paulo e presidente da Comissão Episcopal para a Amazônia, da CNBB, e da Rede Eclesial Pan-Amazônica (Repam), participa de uma reunião com membros da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (Cidh), em Washington, nos Estados Unidos, para falar sobre os casos de violações dos direitos humanos ocorridos na Amazônia legal.

Na sexta-feira, 17, foi realizada junto à Cidh uma audiência sobre o direito do território de comunidades indígenas e comunidades rurais da Pan-Amazônia. A audiência foi solicitada pela Repam, pelo Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam), Confederação Latino-Americana de Religiosos (Clar), Cáritas da América Latina e do Caribe, Conferência Episcopal dos Estados Unidos, lideranças indígenas e campesinas.

Na audiência, foram apresentados dois casos brasileiros: O “caso mine- ração” da comunidade Rural de Vila União, município de Buriticupu (MA), que vem sofrendo impactos pela concessão de suas terras à atividade ferroviária e à extração de minerais. O “caso Acre”, do povo indígena Jaminawa Arara, que vem sendo impactado pela não demarcação de suas terras, invasões e exploração de madeira, projetos de exploração de petróleo e gás natural e constante presença de narcotraficantes na fronteira com o Peru.

Dom Cláudio ressalta que essa ação junto à Cidh faz parte de um dos eixos de atuação da Repam sobre Direitos Hu- manos e Igreja de Fronteira. Segundo ele, são mais de dez casos apresentados à Cidh, e praticamente todos, ligados à questão da mineração.

A Cidh é uma das entidades do sistema interamericano encarregado da pro- moção e proteção dos direitos humanos no continente americano.

Fonte: Repam

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.