INTERNACIONAL

Índia

Família cristã é agredida por extremistas hindus

Por Filipe David
10 de março de 2018

Orissa ainda sofre com ódio e discriminação contra os cristãos

Sukra Markhami é um cristão, pai de família, vivendo próximo a 35 famílias hindus no vilarejo de Tangaguda, no Estado de Orissa, na Índia. Sukra e sua mulher sofreram a perda de sua filha de apenas dois anos e estavam prontos para enterrá-la em um terreno de sua propriedade. Durante o enterro, no dia 27 de fevereiro, outros aldeões interromperam a cerimônia, exigindo que a menina fosse enterrada fora do vilarejo, por ser cristã.

Sukra, embora convencido de que tinha o direito de enterrar sua filha em sua propriedade, teve que pagar uma “multa” de 5 mil rupias (aproximadamente R$ 250) para poder continuar o enterro. Mesmo assim, durante a noite, um grupo de 30 hindus extremistas invadiram sua propriedade com o objetivo de pôr fogo em sua moradia. Sua esposa conseguiu escapar, mas Sukra e sua filha Savitha, com apenas 12 anos, foram brutalmente espancados e deixados inconscientes no chão. Outros vizinhos cristãos, que tentaram ajudar a família, também foram espancados e deixados inconscientes. Seis das vítimas estão gravemente feridas e foram internadas no hospital. A casa de Sukra e de sua família foi completamente destruída.

Um pastor protestante ajudou as vítimas a denunciar os agressores à Polícia. O Padre Manoj Kumar Nayak, sacerdote católico que vive em Orissa, explicou que “em Orissa ainda há ódio e discriminação contra os cristãos e falhas no atendimento às necessidades legítimas das minorias cristãs”.

Fonte: Fides
 

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.