INTERNACIONAL

Estados Unidos

Iowa proíbe aborto após 6ª semana de gravidez

Por Filipe David
15 de mai de 2018

Antes de realizar um aborto, será obrigatório fazer um ultrassom e verificar se o bebê já tem um batimento cardíaco

Reprodução da Internet

O estado norte-americano de Iowa aprovou uma nova lei que proíbe o aborto após a detecção do batimento cardíaco do bebê. Antes de realizar um aborto, será obrigatório fazer um ultrassom e verificar se o bebê já tem um batimento cardíaco, o que normalmente ocorre por volta da 6ª semana de gravidez.

Com a nova lei, assinada pelo governador republicano Kim Reynolds na sexta-feira, 4, Iowa se tornou o Estado com a legislação mais restritiva contra o aborto nos Estados Unidos, embora ainda estejam previstas exceções para os casos de estupro, má formação e risco para a mãe. É possível, no entanto, que a nova lei seja contestada na Suprema Corte norte-americana.

Dom Walker Nickless, Bispo de Sioux City, em Iowa, elogiou a nova lei, dizendo que ela “afirma uma intenção pró-vida”, e que ele deseja fazer tudo o que puder para apoiá-la.

Fonte: CNA 

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.